terça-feira, 13 de setembro de 2016

Olimpíada de Língua Portuguesa



                A escola Anita participou este ano da Olimpíada de Língua Portuguesa – Escrevendo o Futuro, e os seguintes textos foram selecionados na Etapa Escolar:
Poema: Minha janela – Aluna Laís Melyna de Abreu – Turma 63 da professora Maria Rejane
Memórias Literárias: Lembranças da Escola- Turma 81 da professora Ariane Canabarro

              Ambos os textos foram enviados para Etapa Municipal (concorrendo com textos  de outras escolas da rede), e é com GRANDE ALEGRIA que comunicamos que a aluna Greice Luana da Costa Pereira foi classificada para Etapa Estadual da Olimpíada de Língua Portuguesa.
                   Esta conquista também irá ser publicada na revista MultiFamília no próximo mês.
Parabéns pelo emprenho alunos do 6º e 8º ano!
Parabéns pelo ótimo trabalho professoras Rejane e  Ariane!!!!
Parabéns para aluna Greice pela etapa vencida e
agora ficaremos na torcida pela Etapa Estadual da Olimpíada.

Lembranças da Escola


           Minha dinda não teve uma vida muito fácil, principalmente no que diz respeito aos estudos. Tudo começou em 1992, quando estudava na mesma escola em que estudo hoje, a escola Anita. Nesta escola, além de aprender o fundamental, ela tinha também aulas de alemão, das quais gostava muito. Foi também nesse período que  ela descobriu o seu talento para poesias, tendo até escrito um livro em conjunto com suas colegas, que recorda com muito carinho.
Um dos sonhos da minha dinda era usar uniforme na escola, mas naquela época só os colégios particulares usavam. A caminhada dela não foi fácil, pois só estudou até a 7ª série e teve que largar o meus estudos para começar a trabalhar aos quatorze anos, ajudando assim, em casa no sustento da família que era composta por 10 pessoas.
            Outra boa recordação que ela tem da escola foi quando houve um concurso de desenho e  ela ganhou o primeiro prêmio, que era um passeio a Porto Alegre para conhecer a casa de cultura Mario Quintana. Ela ficou muito feliz. Quando chegou em casa contou para sua mãe e a mesma falou que ela  não poderia ir, pois não tinha dinheiro para lhe dar. Minha madrinha teve que oferecer  a viagem para outra colega, o que a deixou triste. Apesar da tristeza ela sempre lembrava o quanto alguns de seus colegas passavam fome,  e  isso nunca a fez desistir,  tornando-se uma pessoa trabalhadora, respeitável e amiga.
            Minha dinda não teve a oportunidade de concluir seus estudos, mas sabe da importância que eles têm na vida das pessoas, tanto que estimula sempre sua filha e eu a estudarmos, a fim de termos um futuro melhor e sempre diz: “Tudo que aconteceu talvez aconteceu para me deixar mais forte, então não deixe nada derrubar você que um dia você vai ver o resultado.”

 

Nenhum comentário:

Localização da nossa escola!